Benvindo Nuno Couto
Benvindo Visitante

        

 


 

ULTIMAS NOTICIAS SOBRE TECNOLOGI
   

« voltar «


Google, Microsoft e Yahoo! acusados de violação dos direitos humanos

A cooperação com os sistemas de censura na China levou a Amnistia Internacional a acusar três nomes sonantes das tecnologias norte-americanas de violação da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Google, Microsoft e Yahoo! são as companhias acusadas pelo mais recente relatório da Amnistia Internacional (AI).

O relatório da AI, que foi apresentado hoje, refere que «as três companhias demonstraram desrespeito pelas suas próprias regras e políticas internas. Fizeram promessas… que deliberadamente não cumpriram, para poderem tirar partido das oportunidades de negócio e escaparem à pressão do governo chinês».
Segundo a AI, as três companhias estão a violar o artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem (que determina que todos os cidadãos do mundo têm direito à liberdade de expressão), ao cooperarem com o Governo Chinês em práticas de censura.

Ainda assim, a AI reconhece que, em casos pontuais, as três companhias norte-americanas têm tomado medidas de resistência à pressão de Pequim.

A recusa do Google em fornecer caixas de correio electrónico para o mercado chinês, por recear que a confidencialidade não esteja garantida, e o pedido de ajuda do Yahoo! ao governo norte-americano com vista à defesa da liberdade de expressão das empresas de multimédia que se instalam na China são alguns dos casos elogiados pela AI.

Google e Microsoft não comentaram o relatório da AI.

Pelo contrário, responsáveis do Yahoo! ouvidos pela Reuters lembraram que a presença do portal no mercado chinês, ainda que sujeita a restrições, pode contribuir para a evolução das mentalidades.

 

 

portalmundial.net 2006 : : todos os direitos reservados